Soluções de imagens médicas na nuvem: cuidados e como começar

Gerenciar as imagens médicas de uma clínica, centro diagnóstico ou hospital é um desafio por dois motivos: ou você não tem uma estrutura de tecnologia ou não tem. As duas situações podem impor dificuldades.

No primeiro caso, as imagens podem estar desorganizadas em CDs, impressas ou em outras formas precárias de armazenamento. E o investimento em um sistema PACS (Picture Archiving and Communication System) é muito elevado.

No segundo caso, você tem um PACS, mas o capital imobilizado em hardware, software e as horas consumidas com gerenciamento e treinamento de equipe é elevado e recorrente.
Se os dois cenários existentes hoje não são favoráveis, qual seria a saída?

A resposta está na implementação de uma solução na nuvem e a simplicidade impressiona. Hoje vamos explicar como fazer esta implementação, acompanhe!

Como você acessa sua conta de e-mail e as suas fotos? Por meio de um navegador, com login e senha, certo? Provavelmente você usa uma das opções abaixo:

– Google Chrome
– Firefox
– Safari
– Internet Explorer

A implementação de uma solução de imagens médicas na nuvem segue o mesmo caminho. Utilizando um navegador e uma conexão de internet, você entra com seu login e senha e já tem acesso ao sistema.

Com o tempo, você vai adaptando as funcionalidades à sua rotina de trabalho. Você passa a definir:

– Quem pode ter acesso ao sistema
– Quais funcionalidades vão estar disponíveis para cada equipe
– Qual será o fluxo das imagens
– Como organizá-las

Tudo bastante modular e intuitivo, para atender as necessidades do usuário e não o contrário. Da mesma forma como você configura seu e-mail: cores, caixas prioritárias, arquivos, spam.

É o sistema que precisa se adaptar às suas preferências e ao seu modo de trabalhar e não o contrário. Gastar dias, semanas, ou até meses de treinamento de equipes com um sistema que em poucos anos estará obsoleto é um grande desperdício de tempo e dinheiro.

Tecnologia na nuvem

A tecnologia em nuvem veio para revolucionar a forma como nos relacionamos com sistemas. Conceitos como usabilidade (facilidade da interação entre o usuário e a ferramenta por meio de uma interface), agilidade e custos ajustados à necessidade de uso são alguns deles.

Iniciamos este artigo relatando dois problemas bastante comuns e que repercutem negativamente no dia a dia de clínicas e hospitais, dificultando a rotina de trabalho e causando prejuízos.
A gestão das imagens médicas já passou pela revolução das soluções em nuvem, assim como tantos outros softwares que facilitam nossa rotina de trabalho. Então, não se esqueça, para implementar uma solução de imagens médicas em nuvem, basta um computador, um navegador e acesso a internet. Simples assim.

Cuidados ao contratar uma solução de armazenamento em nuvem

Veja a seguir alguns cuidados importantes que não devem ser esquecidos no momento da contratação de soluções para armazenamento de imagens médicas na nuvem:– Certifique-se de que a contratante disponibilizará todos os recursos necessários para transferências das imagens.
– Valide o método de cobrança praticado:
1- Pagamento único por envio (apenas um pagamento por exame enviado para a nuvem).
2- Cumulativo (quanto mais enviar, mais pagará).
3- Cobrança por acesso ou resgate do exame enviado para nuvem.
4- Período de armazenamento:
– Questões relacionadas ao armazenamento das imagens (integridade dos dados, redundância, alta disponibilidade, segurança etc.).
– Isenção de responsabilidade por parte do cliente com relação aos exames armazenados em nuvem.
– Tempo de resposta com relação ao envio e restauração dos exames armazenados em nuvem.